• RSS
  • Facebook
  • Twitter

Criado em 06 de Julho de 1832, por decreto imperial, o município de Sento-Sé completa na próxima segunda-feira, 183 anos de emancipação política. Nos primórdios foi um aldeamento indígena da tribo Centossés. Os primeiros desbravadores do território foram portugueses procedentes do Piauí, os quais ali se estabeleceram formando lavouras de cana de açúcar, instalando engenhos… Leia mais!

Com o tema: Comida de verdade no campo e na cidade, a Secretaria Municipal de Assistência Social de Sento-Sé e o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA) realizaram na última quarta-feira (01/07), encontro sobre segurança alimentar e nutricional. O evento aconteceu na câmara de vereadores e reuniu lideranças comunitárias, associações, cooperativas, igrejas, escolas, sindicatos… Leia mais!

A tradicional vaquejada de caatinga da região das Ilhas em Sento-Sé, reuniu uma multidão esse final de semana no povoado Pau D´árco. Diferentemente das vaquejadas tradicionais, a festa de mourão acontece no habitat natural dos animais, a caatinga, e para vencer a disputa o vaqueiro precisou derrubar o boi, retirar o brinco fixado na orelha… Leia mais!

Aconteceu sábado (27), na escola municipal de Pau D´árco, a reunião preparatório para o início do campeonato de futebol da região das Ilhas em Sento-Sé. Pelo menos oito localidades vão participar: Pau D`arco, Manoelzinho, Ilha do Canudo, Campo Limpo, Barreiro da Ema, Caantinga do Umbu, Cepo de Fora e Casa Nova. O certame terá inicio… Leia mais!

Com o agravamento da seca, várias comunidades rurais de Sento-Sé estão sofrendo com a falta d`ágau, e alternativa emergencial é o abastecimento através de carros-pipa. Localidades ribeirinhas como: Pau D`arco, Manoelzinho, Frasqueira, Anil, Campo Limpo, Cepo de Fora, Boa Sorte, Piçarrão, Café da Rosa, Traíras, Mulungu, Tapuio, Umburana, Capeado, Desengano e Ouro Branco, estão dependendo… Leia mais!

A madrugada de quarta para quinta-feira (25) foi marcada por destruição contra o patrimônio público e medo aos moradores da Avenida Raul de Souza, na entrada da cidade. O alvo preferido dos marginais foram os bancos de concreto armado, fixados ao longo da via. Pelo menos oito assentos foram totalmente destruídos e lançados contra os… Leia mais!