Recuperação da estrada vicinal gera emprego e renda na região

Já foi iniciada a recuperação de 85,3 km da estrada vicinal com regularização de sub-leito, da sede do município até a comunidade da Ponta D’água, pelo ponto mais crítico, no Cajuí. A obra será realizada pela Construtora Vértice, contratada pela Prefeitura Municipal de Sento-Sé.

A ação tem como objetivo facilitar o deslocamento entre as comunidades de Aldeia, Pascoal, Limoeiro, Tombador, Retiro de Baixo, Retiro de Cima, Cajuí, Volta da Serra, Ponta D’água, entre outras. A atuação melhorará também o tráfego de ônibus intermunicipais que fazem trajeto entre Sento-Sé e Xique-Xique.

Com o empreendimento, além dos benefícios diretos para quem precisa usar a via, importante acesso para diversas partes da região, estão sendo geradas mais oportunidades para a população de Sento-Sé, pois, com a instalação do canteiro de obras no Cajuí, criou-se uma demanda de mão de obra diretamente de 20 pessoas.

De acordo com o engenheiro responsável pela obra, Ibamar Fernandes, “a obra está no início, começamos pelo trecho mais crítico em se tratando de conservação, é um início lento e cauteloso a fim de obter o melhor resultado. Pois recebemos uma estrada muito degrada, sem nenhum tipo de drenagem lateral como sarjetas e valetas, ausência de bueiros tubulares de concreto, sem sinalizações, inúmeras corrugações, ondulações e costeletas, resumindo, a estrada estava caótica sem nenhum tipo de manutenção”, avalia o engenheiro.

O morador da comunidade do Cajuí há 16 anos, Neu Borges dos Santos, Pedreiro, falou do valor dessa obra para região, ”essa estrada é muito importante não só para a comunidade do Cajuí, mas também para quem vai para Volta da Serra, até porque eu trabalho lá, a dificuldade de chegar estava muito grande e agora já estou me deslocando com menos problema. E daqui do Cajuí se torna mais fácil e rápido chegar a Sento-Sé. Tem muitos anos que não vemos um trabalho como esse na região, acredito que com a qualidade desse trabalho vai melhorar 100%”, disse Neu Borges.

A obra teve início no dia 24 de abril, sendo que a previsão para a conclusão é de até 9 meses.

Tâmara Tárcia/Ascom PMSSE
Foto: Robenizio Carvalho/Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *